Maringá

CONTORNO SUL Na primeira visita a Maringá, governador assina ordem de serviço para obras

Na primeira visita em Maringá como governador do Estado do Paraná, Ratinho Júnior, juntamente com o prefeito Ulisses Maia, liberou na tarde desta quarta, 6, a ordem de serviço para as obras de recuperação do Contorno Sul da cidade. O investimento na obra será mais de R$ 12 milhões em recursos são oriundos de convênio firmado entre o município e o governo estadual, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL e Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR). A solenidade do evento contou com a presença de outras autoridades políticas municipais, estaduais e federais.

“Estamos com 20 dias úteis de trabalho no Governo, e sou muito grato a Maringá e região, pela confiança e oportunidade de auxiliar no projeto como o contorno sul. Parabéns pela agilidade na liberação de recursos para uma obra bastanteimportante para os maringaenses. A nossa forma diferente de fazer gestão pública será priorizar o ramo do turismo, infraestrutura e desenvolvimento econômico”, disse

Após elogiar o projeto de decoração natalina na cidade – “Maringá Encantada”, e destacar o reconhecimento turístico nacionalmente, Ratinho Júnior, falou sobre outros projetos futuros para cidade. “Estamos programando um pacote de investimentos para Maringá no ramo do turismo, melhorias para a Sanepar e projetos de desenvolvimento econômico”, finalizou.

As intervenções das obras contam com recape em área de 164.720 m², fresagem em 27.468 m ², além de recomposição (processo mais profundo que o recape) em 31.559 m² nos trechos mais críticos. O prazo é de 270 dias. “Desde o período em que assumimos, a administração trabalha para viabilizar recursos pra o Contorno Sul, local que há muitos anos necessita de melhorias e reforma.

Hoje, é um dia para comemorarmos com muita alegria, pois o governador nos visita pela primeira vez com notícia boa, bastante esperada pela população. Agradeço o empenho das equipes da prefeitura, em especial as secretarias de Serviços Públicos e Mobilidade Urbana”, disse o prefeito de Maringá, Ulisses Maia.

A recuperação do Contorno Sul inicia nos locais mais altos da via e desacelera a deterioração, por falta de drenagem pluvial, da pista nos pontos mais baixos. Para agilizar e simplificar a obra, duas frentes de trabalho de uma mesma empreiteira atuarão na recuperação do contorno. Uma frente inicia no Conjunto Cidade Alta e a outra, no Jardim Espanha. Já definida que a primeira realizará os serviços na pista em direção à BR-376. A seleção se deve a critérios topográficos.

PROJETO DEFINITIVO

A recuperação emergencial do Contorno Sul antecede uma reforma integral e definitiva da via. A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) elaborou projeto que inclui abertura de três novas pistas, viadutos e trincheiras, pontes, além de galerias pluviais, nova sinalização vertical, horizontal e semafórica. O custo estimado é de R$ 225 milhões.

O projeto de resolução definitiva do Contorno Sul é inédito e pode contemplar ainda ciclovia do lado norte que reúne a maior área comercial e residencial. O estudo contempla ainda viadutos e trincheiras na avenida Colombo no trevo com o Contorno Sul, um dos locais com maior problema de trafegabilidade.

FOTO: ALDEMIR DE MORAIS/PMM
Diretoria de Comunicação

Comentários

comentários