Maringá

Hackathon em Maringá desafia criação de soluções para universitários

Ação faz parte do Programa Cidades do Futuro da Visa; Time vencedor vai ganhar R$ 10 mil, além de uma visita ao Innovation Studio da Visa
 

“Universidades Cashless” ou Universidades sem circulação de dinheiro em espécie. Este é o desafio do Hackathon Cidades do Futuro que a Visa vai realizar nos dias 22 e 23 de setembro, na sede do Sebrae, em Maringá. O evento tem como objetivo incentivar novos talentos criativos e empreendedores da cultura digital, estimulando o desenvolvimento de soluções digitais no Brasil.

O Hackathon é voltado para profissionais e estudantes de todas as carreiras, maiores de 18 anos. No entanto, é recomendável que os inscritos tenham experiência em programação, desenvolvimento web e mobile, design de interfaces, gestão de negócios, não havendo a necessidade de ter conhecimento em todas essas áreas cumulativamente.

Ao todo, serão 30 horas de prova, com início programado às 09h do dia 22 e término às 14h59 do dia 23. Os participantes terão que apresentar projetos de acordo com a seguinte pergunta: Como melhorar experiências com meios de pagamento no contexto universitário, considerando diferentes cenários, perfis de uso e transações que acontecem em seu ecossistema?

O Hackathon contará com a participação de, no máximo, oito equipes formadas por quatro ou cinco integrantes. No total, a Visa pretende premiar R$ 17,5 mil, sendo R$ 10 mil para o 1º lugar, R$ 5 mil para o 2º e R$ 2,5 mil para o 3º. A equipe que ficar em 1º lugar também vai ganhar uma visita ao Innovation Studio da Visa, em São Paulo, com direito a hospedagem e passagens aéreas.

As inscrições já estão abertas e podem ser individuais ou em equipe. Os candidatos devem se inscrever pelo sitehackathoncidadesdofuturo.com.br/maringa. As inscrições são gratuitas e se encerram no dia 18 de setembro.

Programa Cidades do Futuro

A realização do hackathon na cidade de Maringá faz parte do Programa Cidades do Futuro, criado pela Visa, em junho, em conjunto com clientes e parceiros, como emissores, credenciadores e estabelecimentos comerciais, voltadas à potencialização dos benefícios do pagamento eletrônico, tais como mais segurança, maior formalização da economia, eficiência e conveniência.

Maringá foi escolhida por ser um importante centro regional de desenvolvimento. De acordo com estudo encomendado pela Visa à Roubini ThoughtLab, “Cidades sem dinheiro em espécie: Compreendendo os benefícios dos pagamentos digitais”, a previsão é que o aumento do uso do pagamento eletrônico no município pode gerar um benefício líquido de mais de R$ 1,1 bilhão por ano, entre aumento de receitas fiscais, redução de custos operacionais e crescimento econômico.

 

Serviço:

O que: Hackathon Cidades do Futuro

Quando: 22 e 23 de setembro de 2018

Local: Sebrae Maringá – Av. Bento Munhoz da Rocha Neto, 1116 – Zona 7

Realização: Visa do Brasil

Organização: Kyvo Design-Driven Innovation

Comentários

comentários