Maringá

OUTONO Serviços de abordagem atende pessoas em situação de rua

O serviço de abordagem realizado pela Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc) é o primeiro passo de todo o processo de enfrentamento a condição de moradores em situação de rua em Maringá. Dia a dia, equipes têm como objetivo criar vínculos de confiança para convencer as pessoas a sair da situação de rua, e não retirá-las sem consentimento. Em dias mais frios, quando a temperatura marca menos de 10º graus, o serviço é intensificado com a ‘Operação Inverno’. A ação atende moradores em situação de rua com agasalhos e cobertores.

No último dia 24, por exemplo, a temperatura marcou menos de 10º graus na cidade. Durante a madrugada, o telefone de plantão recebeu 16 chamadas e 68 pessoas em situação de rua foram atendidas. Dessas, três aceitaram acolhimento, uma foi encaminhada para família e 46 cobertores foram entregues. O serviço é feito com ajuda da população, que ao verificar pessoas em situação de risco em decorrência do frio pode telefonar, a qualquer hora, para o telefone de plantão (44) 9103-5661.

Quando há aceitação de sair da rua, os moradores são encaminhados para lugares adequados, podendo ser o Centro Pop, o Albergue Santa Luiza de Marillac, o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e, dependendo da situação, hospitais. Semanalmente, o serviço de abordagem funciona das 8 às 23 horas e em esquema de plantão das 23 às 8 horas.

Para reforçar as ações, a Prefeitura, por meio do Provopar, lançou na semana passada aCampanha do Agasalho 2019. A expectativa é arrecadar 150 mil peças de agasalho até 21 de setembro com 120 pontos de arrecadação de roupas de frio, cobertores e calçados. As doações serão recolhidas e encaminhadas na sequência para entidades assistenciais, de forma que a demanda seja atendida no decorrer de toda a campanha. Neste ano, a prioridade são roupas masculinas. Os pontos de coleta você confere aqui: http://www2.maringa.pr.gov.br/cdn-imprensa/frio.pdf.

Confira como funciona os serviços

O Centro Pop é um abrigo que funciona de segunda a sexta, das 8 às 17 horas, para que as pessoas em situação de rua tenham apoio, além de incentivo para sair das ruas. Cerca de 60 pessoas passam diariamente no Centro Pop. É ofertado banho, alimentação e atividades em grupo e individual. Os que precisam tirar segunda via de documentos ou fazer currículos, por exemplo, também são auxiliados. É feito um cadastro e uma análise com a pessoa para procurar melhores maneiras de superar a situação de rua.

O Albergue Santa Luiza de Marillac, em parceria com a Prefeitura de Maringá, oferece 50 vagas para moradores em situação de rua. O prazo para ficar na casa de passagem é de 1 a 90 dias, com almoço e jantar. As vagas são distribuídas a partir de uma avaliação da equipe do Albergue. Durante o período que a pessoa fica na entidade é feito acompanhamento e oferecido a rede de serviços, dependendo da demanda de cada um, como documentação, currículo, encaminhamento para vagas de emprego, entre outros.

Outros locais que auxiliam nos atendimentos são os centros de Atenção Psicossocial (CAPSs). Durante a abordagem social, quando há pessoas com problemas relacionados ao álcool, drogas ou psicológicos, a equipe da Sasc os encaminha para o CAPS AD, da Secretaria da Saúde. Somente aqueles que aceitam, recebem o tratamento, que pode ser realizado diariamente ou mensalmente. Em determinados casos, pode ser feito o internamento do paciente.

O CAPS AD (Álcool e outras Drogas) é para adultos que apresentam intenso sofrimento psíquico decorrente do uso de crack, álcool, tabaco, fármacos e outras drogas. Além deste, o CAPS II Canção (das 7h às 18h, de segunda a sexta) e o CAPS III (24 horas, todos os dias) atendem pessoas com problemas mentais graves ou persistentes. O CAPS III possui 12 vagas noturnas. E, por fim, o CAPS I Infanto Juvenil que atende crianças e adolescentes. Os três atendem, por dia, cerca de 60 pessoas cada um.

O Portal da Inclusão é o último processo da rede de atendimento e funciona como abrigo fixo para pessoas do sexo masculino, maiores de 18 anos, que vivem em situação de rua e em condição de risco ou vulnerabilidade social. O objetivo é garantir proteção integral e proporcionar apoio para a reconstrução de projetos de vida e os vínculos com a comunidade e a família. O portal não busca somente a retirada de quem está em situação de rua, e sim a inclusão do usuário no meio social e no mercado de trabalho, de forma que se torne independente para uma vida digna e cidadã.

Saiba Mais

Secretaria de Assistência Social e Cidadania (Sasc) – (44) 3221-6400

Serviço de plantão da Operação Inverno (serviço ininterrupto): (44) 99103-5661

Centro Pop – Rua Fernão Dias, 840 A – (44) 3901-2203

Comentários

comentários