Maringá

Prodesf Programa de desburocratização agiliza processos e gera economia ao município

A Prefeitura de Maringá lançou nesta quarta, 19, o Programa de Desburocratização e Racionalização (Prodesf) que busca suprimir exigências para agilizar atos e processos administrativos que tramitam na Secretaria Municipal de Fazenda (Sefaz). A iniciativa visa reduzir gastos com material de expediente, despesas com postagens, necessidade de pessoal e de veículos para serviços administrativos, gerando economia de combustíveis e manutenção.

Entre outras vantagens do Prodesf também está a implantação de sistema eletrônico, tanto para abertura e tramitação de processos de peças de execução orçamentária quanto para a emissão e tramitação de pareceres da Sefaz. As ações contam com a implantação do Portal do Fornecedor, parcelamento online de débitos, transparência e controle da tramitação processual e a preferência de comunicação com os cidadãos por meio eletrônico.

“Maringá que se destaca pela qualidade de vida também será referência na desburocratização. Mais um compromisso de campanha realizado graças ao empenho da equipe da Secretaria de Fazenda e da Elotech”, ressaltou o vice-prefeito Edson Scabora durante a solenidade de lançamento do Prodesf.

Representando a Câmara Municipal, o vereador Sidney Telles enfatizou a importância do programa. “O país clama para a redução da burocracia que é um custo caro para o cidadão que paga impostos. O município faz o dever de casa por estabelecer uma nova metodologia”, frisou.

O secretário de Fazenda, Orlando Chiqueto, salientou que o programa segue os valores da administração municipal. “Ética, equidade, transparência, qualidade e compromisso social. Valores da atual gestão que busca reduzir o trabalho braçal e aproveitar o talento e capital intelectual dos servidores”, afirmou.

Para o presidente do Conselho de Comércio da Acim, Jair Ferrari, a economia com o programa poderá ser revertida em investimentos nas áreas de saúde e educação. “Certamente será um case de sucesso e que a iniciativa privada poderá utilizar. O município cumpre com sua função de servir e contribuir com o desenvolvimento”, ressaltou.

Benefícios

Entre os resultados esperados com a medida estão o aumento de superavit e de investimentos, diminuição do prazo de pagamento de fornecedores e da necessidade de capital de giro, redução de custo do produto ou serviço e atração de maior número de empresas interessadas em participar das licitações, contribuindo assim para a abertura de novos empreendimentos em Maringá.

Comentários

comentários