Policial

147 traficantes foram presos no Paraná durante os quatro primeiros meses do ano

Operação do DENARC combate a drogas. Curitiba,08/06/2017 Foto:Jaelson Lucas / ANPr

A Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil do Paraná prendeu nos primeiros quatro meses do ano 147 pessoas envolvidas no tráfico de drogas. Também foram recuperados 71 veículos, 46 armas de uso restrito, 23 toneladas de maconha, 5 toneladas de cocaína e mais de 200 quilos de crack, além de quantidades expressivas de haxixe, LSD, ecstasy e sintéticos.

Além disso, os dados da Secretaria de Segurança Pública apontam crescimento de 47,6% na apreensão de ecstasy e 29,9% na de crack em relação aos primeiros meses do ano passado.

Conforme o delegado Ítalo Biancardi Neto, responsável pelos oito núcleos estaduais da Denarc, os números são resultados da estratégia da Denarc, incentivada pela Secretaria de Segurança Pública, que faz a integração das forças das polícias civil e militar para ajudar a conter o abuso do uso de drogas e a oferta nas ruas.

“Nós atacamos a posse, o transportador, o fornecedor, o chefe da célula e os patrões do grupo. Nosso objetivo é trabalhar de forma abrangente, sem escolher uma determinada variável e ficar apenas nela para engrandecer esses números. Cada núcleo tem a sua região de abrangência e suas preocupações”, diz.

Conforme Biancardi, mais de 90% dos crimes de homicídio estão vinculados ao narcotráfico direta ou indiretamente, o que amplia a necessidade de combater esse tipo de crime. No Paraná, são cerca de dois mil assassinatos por ano.

“Quem tem dinheiro usa LSD, ecstasy, cocaína, MDMA. Maconha e crack são mais acessíveis a classes menos afortunadas. Mas todas estão consumindo e consumindo muito. Isso retroalimenta o narcotráfico. Esse é um sistema empresarial. Como a demanda é grande, a oferta também aumenta”, avalia.

Neste ano, de janeiro a março foram registrados 381 homicídios dolosos, contra 558 no mesmo período de 2018. A redução chegou a 32%. Os números são do relatório estatístico da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária.

Paraná Portal

Comentários

comentários