Política

PT lança pré-candidatura de Lula nesta sexta-feira (8)

O vídeo de lançamento da campanha foi publicado nas redes sociais do partido ontem (7).

A pré-candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República será lançada nesta sexta-feira (8), em Contagem (MG), com o apoio de senadores, deputados, governadores e líderes do Partido dos Trabalhadores (PT).

O anúncio foi feito pela presidente nacional do partido, senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), nesta quinta-feira (7).

Gleisi voltou a classificar a afirmar que a prisão de Lula foi “política”, que ele é inocente e o partido não vai desistir de seu nome, que será lançando sem plano B ou C. Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde 7 de abril, após ser condenado a 12 anos e m mês de prisão no caso do triplex do Guarujá, no âmbito da Operação Lava Jato.

Na opinião de Gleisi, os direitos políticos de Lula não estão cassados porque a decisão que o condenou ainda não transitou em julgado. “Reafirmamos e dizemos ao povo brasileiro, estamos firmes com o presidente, podem confiar, vamos registrar o presidente Lula”, disse.

Para Gleisi, somente Lula conseguirá trazer estabilidade de volta ao país e, por esse motivo, o Judiciário precisa soltá-lo, para “não deixar o povo sofrendo” e permitir que o petista reconduza o Brasil para fora da crise. “Ele vai ganhar mesmo preso”, disse.

É este o tom do vídeo de lançamento da campanha, publicado nas redes sociais do partido ontem. O filme aborda tanto a candidatura quanto o movimento pela liberdade do ex-presidente. “Olha lá, uma ideia ninguém pode aprisionar, um sonho cada vez mais livre, acesa a esperança vive, olha Lula lá”, diz a música.

Ao final do vídeo, é usada uma frase proferida por Lula em discurso no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), no dia em que foi preso. “Os poderosos podem matar uma, duas ou três rosas, mas jamais poderão deter a chegada da primavera”.

No site do PT, a “Vaquinha virtual do Lula” arrecadou mais de R$ 700 mil em um único dia para o financiamento da campanha. A senadora Gleisi agradeceu as contribuições. O chamado crowdfunding eleitoral é uma novidade das eleições deste ano.

Comentários

comentários