Mandaguaçu

Mandaguaçu pode ganhar mais sete equipes Saúde da Família

Ministério da Saúde permite ampliação de assistência em saúde no município

Após espera de quase oito meses, o Ministério da Saúde enfim aprovou a solicitação feita pelo Departamento de Saúde de Mandaguaçu que requeria o cadastramento de mais sete equipes Saúde da Família (eSF), além de duas equipes de Saúde Bucal (eSB) e um Gerente de Atenção Básica.

De acordo com Cristiane Amaral, secretária de Saúde do município, o trâmite foi realizado em 2019, quando foi enviado ao Ministério da Saúde a solicitação de novos cadastros da eSF e eSB. “Tínhamos apenas três equipes de Saúde da Família, sendo duas na Vila Guadiana e mais uma no Bela Vista, cobrindo apenas 25% do nosso território. O preconizado pelo Ministério da Saúde é, no mínimo, 80%. A partir dessa situação, pedimos o cadastro de mais sete equipes, o que foi contemplado no final do mês de maio”, explica a secretária.

Até o presente momento, Mandaguaçu tem a menor cobertura de eSF da 15ª Regional de Saúde. “A maioria das UBS já trabalha conforme o que é indicado no Programa Saúde da Família, mesmo não tendo as equipes implantadas, como é o caso do IBC, por exemplo, que não tem eSF, mas atua nos mesmos moldes previstos no programa. Outras equipes também se adequam para realizar a cobertura assistencial da Atenção Primária em Saúde (APS) conforme as demandas de seus territórios”, destaca a secretária de Saúde.

A intenção é reorganizar toda a APS do município, implementando as equipes e programas propostas pelo Ministério da Saúde para maior suporte e assistência a toda população de Mandaguaçu.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários

comentários