Mandaguaçu

Meio Ambiente investiga possível contaminação do córrego Sitú

Amostras de água são recolhidas em Mandaguaçu

Após apresentar forte odor e trechos com espuma, o Departamento de Meio Ambiente de Mandaguaçu, juntamente com o Conselho Municipal de Meio Ambiente, recolheu amostras de água do córrego Sitú, na última sexta-feira (29), com o objetivo de averiguar se houve ou não contaminação do rio e apurar quem seriam os responsáveis pelo dano ambiental.

De acordo com Elton Mendes, secretário de Meio Ambiente, quando é percebida a presença abundante de espuma no rio, já se sabe que há algo de errado, porém, a contaminação só pode ser confirmada se tiver um laudo técnico, com análise da água em laboratório que comprove. “Em períodos chuvosos era mais comum observar um pouco de espuma no leito do Sitú, agora está cada vez mais comum”, destaca o secretário.

O córrego Sitú é afluente do Ribeirão Branco, recebe águas pluviais de todo o município e também o esgoto tratado. Nasce na BR 376 e passa pelos fundos do Parque Ouro Verde e jardins dos Ipês e São Rafael. Em novembro de 2019, a administração pública passou a receber denúncias da população sobre a presença constante de espuma e de mau cheiro.

Momento em que foi instaurado um processo investigativo. “Agora estamos aguardando o resultado da análise para tomar as providências cabíveis”, finaliza Elton.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários

comentários