Maringá

Cadastro de microempreendedores cresce 20% em 7 meses

Entre janeiro e julho de 2020, Maringá cadastrou 28,6 mil microempreendedores individuais (MEIs), número 20% maior se comparado ao mesmo período do ano anterior. Registros do Espaço do Empreendedor, da Prefeitura de Maringá, apontam que em 2019, até 31 de julho, havia 23,1 mil MEIs. “São mais de 500 atividades permitidas para o registro de MEI e, além da atividade principal, o microempreendedor pode registrar até 15 ocupações para atividades secundárias”, explica a gerente do Espaço do Empreendedor, Cássia Mendonça.

Com o objetivo de incentivar e facilitar a formalização de pequenos empreendimentos e trabalhadores que desenvolvem algum tipo de serviço de forma autônoma, como prestadores, cabeleireiros, manicures e vendedores, o MEI, criado em 2009, já ajudou muitos cidadãos a saírem da informalidade. O registro permite, por exemplo, emissão de nota fiscal, aluguel de máquinas de cartão e, também, acesso a direitos e benefícios previdenciários.

Como se tornar um MEI:

Quem quer começar um negócio ou já trabalha por conta própria e fatura até R$ 81 mil por ano, pode ser um MEI (Microempreendedor Individual). Há algumas regras estabelecidas, como não participar como sócio, administrador ou titular de outra empresa; contratar no máximo um empregado; exercer uma das atividades econômicas. Para mais informações, entre em contato com o Espaço Empreendedor da Prefeitura de Maringá.

MEIs EM MARINGÁ
• 2016 – 14.633
• 2017 – 17.907
• 2018 – 18.137
• 2019 – 25.307
• 2020 – 28.672 (até 31 de julho)

Saiba mais em:
Espaço do Empreendedor
Rua Artur Thomas, 792
Telefone: (44) 3221-8678

Diretoria de Comunicação

Comentários

comentários