Maringá

Nova iluminação pública traz economia e preza pela sustentabilidade

Com foco em ações de sustentabilidade e na economia, a Prefeitura de Maringá tem investido na mudança gradual da iluminação pública. Entre as ações estão a instalação dos toponímicos iluminados – postes com placas de nomes de ruas e avenidas -, lâmpadas e superpostes de LED, e a novidade: luminárias fotovoltaicas, produzindo energia a partir de luz solar, mesmo em dias nublados ou chuvosos. Economia chega a mais de 50%.

Um dos primeiros avanços na mudança da iluminação pública foi a troca das lâmpadas convencionais pelas LED. Além da melhor iluminação, gera economia em torno de 50% na conta de luz. Avenida Carlos Borges é um dos pontos que já recebeu a nova iluminação, melhorando o visual e a segurança no trecho de 3,2 quilômetros. Trocas já ocorreram em 26 escolas, quadras esportivas, praças e estão previstas em outras vias.

A Secretaria de Serviços Públicos (Semusp) inicia um novo tipo de iluminação, com as placas fotovoltaicas, considerada uma fonte de energia alternativa, renovável, limpa e sustentável. Serão instaladas 400 unidades. O Bosque das Grevíleas é o primeiro local que recebe a iluminação, em processo de instalação. Na sequência serão beneficiados o campo do Jardim Alvorada e Brinco da Vila.

A prefeitura também realizou a instalação de 50 toponímicos iluminados, das 1.188 unidades previstas para este ano. Postes com placa de energia solar têm conector para carregar telefone celular, informações em braile, iluminação interna, CEP do local, bairro, descrição da origem do nome da via e numeração dos imóveis da quadra. Vantagem também está na melhor visibilidade dos endereços durante a noite.

Outro avanço está na instalação de 30 superpostes de 12 metros e 30 postes de 6 metros, ambos com luzes de LED, distribuídos no estacionamento do estádio Willie Davids, Meus Campinhos, praças e distritos. Mudança beneficia moradores, feiras livres e outros eventos. Além de valorizar os espaços públicos e ampliar as opções de lazer, a nova iluminação é mais eficientes e melhora a infraestrutura urbana. PMM

Comentários

comentários