Sarandi

Crea fiscalizará obras irregulares em Sarandi

Serão três dias de vistorias, com início nessa terça-feira (20). Fiscais irão verificar se as construções têm profissionais habilitados. Em um ano, mais de 1,3 mil ARTs foram emitidas na cidade referente a serviços de execução de edificações

O setor da construção civil se expandiu muito nos últimos anos em Sarandi (cidade localizada a 10 km de Maringá) e o Crea-PR (Conselho de Engenharia e Agronomia do Paraná) vem acompanhando este crescimento. Entre agosto de 2018 e 2019, foram emitidas 1.368 ARTs (Anotação de Responsabilidade Técnica) de serviços de Engenharia. Só neste ano, foram mais de 800 registros. Para evitar a realização de obras irregulares, a partir dessa terça-feira (20) até quinta-feira (22), seis fiscais do órgão irão intensificar as vistorias em construções do município, como em novos loteamentos. Ao combater o exercício ilegal da profissão, o Crea-PR evita riscos à segurança da população.

Durante os três dias, serão verificadas todas as possíveis irregularidades referentes aos serviços de Engenharia, que podem ser desde a falta de documentação (obra executada sem projetos) até o exercício ilegal da profissão (sem profissional qualificado que responde pela obra). De acordo com o agente de fiscalização do Crea-PR, Engenheiro Henrique Hiracava, as obras e serviços de Engenharia sem profissional e empresa registrados colocam não somente a vida da população em risco, mas também a qualidade e a vida útil das edificações.

Em caso de irregularidades, o proprietário do imóvel será notificado e terá 30 dias para regularizar a situação. Vale destacar que a ART é um instrumento legal, necessário à fiscalização das atividades técnico-profissionais em diversos empreendimentos da Engenharia, Agronomia e Geociências.

PONTO DE ENCONTRO
A fiscalização será realizada a partir das 8h30 dessa terça-feira (20). Quem quiser acompanhar o início dos trabalhos, poderá encontrar a equipe do Crea-PR na rua João Marangoni, 2891, Parque Pioneiros (praça). A entrevista será com o agente de fiscalização, Engenheiro Henrique Hiracava.

Crea-PR
O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR), autarquia que este  ano completou 85 anos, é responsável pela regulamentação e fiscalização da atuação de profissionais e empresas das áreas da Engenharias, Agronomias e Geociências. A Regional Maringá contempla 112 municípios, conta com aproximadamente 9 mil profissionais habilitados e três mil empresas registradas. Além de regulamentar e fiscalizar, o Crea-PR também promove ações de atualização e valorização profissional.

Comentários

comentários