Futebol

Athletico vence o Grêmio em Porto Alegre, lidera Brasileirão e quebra tabu de 38 anos

O Athletico derrotou o Grêmio por 1 a 0 neste domingo (13), em Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro de 2021. Com isso, não apenas manteve-se na liderança da competição como quebrou um tabu que durava 38 anos. A partida era válida pela 3ª rodada do Brasileirão. O gol da vitória paranaense foi de Matheus Babi.

Com o resultado, o Athletico foi a 9 pontos em 3 rodadas. Nos dois primeiros jogos pelo Brasileirão, o time somou duas vitórias. Venceu o América-MG por 1 a 0, na Arena, e bateu o Juventude por 3 a 0, em Caxias do Sul.

TABU

A última vez que o Athletico venceu o Grêmio em Porto Alegre pelo Brasileirão foi em 1983. Contudo, nesses últimos 38 anos, o time paranaense derrotou os gaúchos na casa deles em confrontos por outras competições, como a Copa Sul-Minas (5 a 1 para o Furacão, em 2002) e a Copa do Brasil (1 a 0, em 2016).

TÉCNICO

Foi o 13º logo de António Oliveira no comando do Arthletico. Nos outros 12 jogos, ele somou 10 vitórias, uma derrota e um empate pelas competições que disputou (Estadual, Sul-Americana, Copa do Brasil e Brasileirão).

O Athletico volta a campo pelo Brasileirão no próximo domingo (20), às 18h15, quando recebe o Athletico-GO, pela 5ª rodada. A partida contra o Flamengo, pela 4ª rodada, foi adiada porque o time carioca joga pela Copa do Brasil nesse meio de semana.

Por outro lado, o Furacão joga nesta quarta-feira a segunda partidas das quartas de final do Estadual, contra o Paraná Clube, na Arena da Baixada. No jogo de ida, na Vila Capanema, o Athletico venceu por 2 a 0.

ESCALAÇÃO

O Athletico tinha a volta do lateral Abner, que estava na seleção sub-23, e do atacante Matheus Babi, que não podia jogar pela Copa do Brasil. António Oliveira surpreendeu na escalação. Colocou o time com três zagueiros (Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo), dois laterais (Marcinho e Abner), dois volantes (Richard e Christian), dois meias-pontas (Nikão na direita e Vitinho na esquerda) e um centroavante (Matheus Babi). O time atacava num 3-4-3 e defendia num 5-4-1. Até então, o treinador português vinha escalando o Athletico num 4-2-3-1.

O Athletico criou a primeira chance de perigo com menos de um minuto de jogo, graças aos dois meias-pontas. Vitinho cruzou de um lado e Nikão cabeceou do outro. A bola só não entrou porque Brenno fez grande defesa. O time paranaense apostava em marcação mais alta e jogo pelas laterais, com cruzamentos para a área. Nos primeiros 15 minutos, conseguiu controlar o jogo. Depois, recuou e passou a dar campo para o Grêmio, com o intuito de aproveitar contra-ataques. Mas pouco conseguia além de alguns arremates de fora da área. Até que, aos 42 minutos, Matheus Babi foi lançado e tocou na saída de Brenno. O auxiliar marcou impedimento, mas o VAR indicou que a posição era legal e o árbitro confirmou o gol, aos 45 minutos.

SEGUNDO TEMPO

ESTATÍSTICAS

Ao fim do jogo, o Athletico somou 9 finalizações (4 certas), 37% de posse de bola, 78% de passes certos e 4 escanteios. O Grêmio obteve 10 finalizações (1 certa), 63% de posse de bola, 88% de passes certos e 6 escanteios. Os números são do site Sofascore.

GRÊMIO 0 x 1 ATHLETICO

Grêmio: Brenno; Rafinha (Vanderson), Geromel, Kannemann e Cortez; Thiago Santos (Ricardinho) e Matheus Henrique (Jean Pyerre); Luiz Fernando (Maicon), Jhonata Robert (Leo Chu) e Ferreira; Diego Souza. Técnico: Tiago Nunes
Athletico: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo; Marcinho (Khellven), Richard, Christian (Leo Cittadini) e Abner; Nikão (Terans), Matheus Babi (Renato Kayzer) e Vitinho (Carlos Eduardo). Técnico: António Oliveira
Gol: Matheus Babi (45-1º)
Cartões amarelos: Christian, Matheus Henrique, Matheus Babi, Thiago Santos, Rafinha, Richard, Carlos Eduardo, Khellven, Maicon, Ferreira
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Local: Arena Grêmio, em Porto Alegre, domingo

PRIMEIRO TEMPO

1 – Vitinho cruza. Nikão surge nas costas da zaga e cabeceia cruzado. Brenno faz grande defesa ao pé da trave

15 – Cortez cruza da linha de fundo Diego Souza , na pequena área, tenta de voleio. A bola bate no gramado e vai por cima do gol

18 – Diego Souza arrisca de fora da área. A bola sai à esquerda

24 – Diego Souza recebe de Matheus Henrique e bate de fora da área. Santos pega no canoi direito

30 – Ferreira domina fora da área e bate a gol. A bola assusta e sai

33 – Richard avança e serve Vitinho, que bate a gol com curva A bola passa perto da trave esquerda e sai

36 – Marcinho cobra falta com força. A bola assusta e sai

39 – Richard dribla dois jogares e bate de fora da área. Brenno cai e pega

45 – Gol do Athletico. Marcinho recebe de Richard e toca na saída do goleiro. O auxiliar marca impedimento de Babi. O VAR confirma posição legal

SEGUNDO TEMPO

7 – Diego Souza cobra falta. A bola desvia na barreira e sai em escanteio

16 – Marcinho recebe, dribla Kannemann e bate cruzado. A bola desvia em Kannemann e vai por cima do gol

17 – Kannemann recebe de Geromel e erra o domínio na área. Vitinho serve Nikão, que tenta de voleio. A bola sai rente à trave

29 – Terans finaliza da risca da área. Brenno pega

45 – Ferreira recebe de Jean Pyerre, gira e chuta por cima do gol

49 – Ricardinho recebe na meia-lua e finaliza. Thiago Heleno trava e a bola sai em escanteio

Bem Paraná – (Foto: Gustavo Oliveira / site oficial do Athletico)

Comentários

comentários