Futebol

Vasco e Flamengo fazem clássico esvaziado em busca da 1ª vitória

O confronto entre os rivais perdeu peso porque os times não vão escalar a força máxima.
O primeiro clássico do futebol do Rio na temporada vai ser como tem sido o começo da Taça Guanabara: esvaziado. Nesta quarta-feira, a partir das 21 horas, Vasco e Flamengo se enfrentam no Maracanã, em duelo válido pela segunda rodada do turno inicial do Campeonato Carioca.

O confronto entre os rivais perdeu peso porque os times não vão escalar a força máxima. O elenco principal do Flamengo nem voltou do período de férias, por causa do encerramento tardio da temporada 2019, em função da participação no Mundial de Clubes. Já o Vasco poupará os seus principais nomes após utilizá-los no fim de semana, em sua estreia na Taça Guanabara.

Embora os rivais demonstrem que a competição está em segundo plano neste começo de temporada, o times têm um objetivo importante: a conquista da primeira vitória no torneio, após estreias com empate – o Flamengo ficou no 0 a 0 com o Macaé, mesmo resultado do duelo com o Vasco contra o Bangu.

Ainda assim, o clássico servirá mais para a observação de jogadores para a sequência da temporada, com o Maracanã tendo um clima bem diferente ao do último confronto entre os rivais, o histórico empate por 4 a 4 na reta final do Campeonato Brasileiro de 2019. Foi o 14º jogo de invencibilidade da equipe da Gávea diante do time de São Januário, em série iniciada em abril de 2016.

“Isso faz parte do futebol. O Flamengo passou pelo mesmo em 2015 e 2016, quando o Vasco teve uma sequência grande contra eles. Não perdemos nenhuma. Vamos nos preparar para um novo ciclo e um novo caminho. Acredito que o Vasco vai entrar para ganhar e quebrar isso daí para inverter essa chave”, disse o goleiro Jordi.

Só que nem mesmo o longo jejum fará Abel Braga escalar os titulares do Vasco, sob a alegação de que a pré-temporada foi muito curta. E, assim, usará um time cheio de jovens, a ponto de Jordi e o centroavante Ribamar serem os mais experientes da escalação. E dois atletas participaram recentemente da Copa São Paulo vão ser titulares: o zagueiro Miranda e o volante Juninho.

No Flamengo, embora reforços venham treinando e o zagueiro Gustavo Henrique tenha até sido regularizado, o time não terá novidades em comparação ao que estreou na temporada. Mas o auxiliar Maurício Souza espera que o seu time tenha mais espaços do que na estreia em 2020.

“Creio que o Vasco saia mais para jogar do que o Macaé, mas é jogo a jogo. A gente tem nossa maneira de jogar, vai depender muito de como o Vasco vai se comportar, para que a gente também saiba como se comportar”, afirmou.

Comentários

comentários