Beleza

Peeling de cristal: o que é e quais os benefícios desse tratamento

Os tratamentos para a pele estão cada vez mais em alta, não só pela estética e beleza, mas também pela preocupação com a saúde. O peeling de cristal, por exemplo, promove diversos benefícios e não utiliza nenhum agente químico para sua ação.

Quer saber mais sobre o que é esse tratamento e quais os efeitos que ele pode oferecer à sua pele? Então, continue a leitura e confira as recomendações e dúvidas respondidas pela dermatologista Dra. Débora Soares, CRM/SC 17319.

A Dra. Débora explica que o peeling de cristal é um peeling superficial físico. Ou seja, sua ação e seus efeitos não são causados por agentes ou substâncias químicas, apenas pelo aparelho e pelos cristais utilizados. O tratamento é realizado com um instrumento que contém cristais de hidróxido de alumínio na ponta, que fazem uma microesfoliação na pele. Além disso, ela explica que o aparelho também promove uma sucção na pele, removendo as camadas mais superficiais dessa região.

Os benefícios do tratamento são obtidos através desse processo físico de microesfoliação e sucção, por isso, a dermatologista ressalta que o peeling de cristal é um dos poucos tratamentos liberados para as gestantes.No entanto, é extremamente importante que, antes de tudo, sua pele seja avaliada por um médico dermatologista. Dessa forma, ele poderá fazer as melhores recomendações de acordo com o seu tipo de pele!

Leia também: 10 alimentos anti-idade que você deve incluir na sua dieta

Benefícios do peeling de cristal
Melhora a textura e a qualidade da pele: você terá uma pele muito mais saudável e bonita, podendo sentir os efeitos ao toque.
Proporciona a diminuição dos poros:para quem sofre com poros dilatados, o peeling de cristal é uma alternativa incrível.
Atenuação de manchas: a microesfoliação e sucção das camadas superficiais ajudam a renovar a pele e atenuar as manchas.
Atenuação de linhas de expressão superficiais: o peeling de cristal também atua no tratamento contra linhas de expressão, conferindo uma aparência mais jovem para a pele.
Esses são os pontos de destaque ressaltados pela dermatologista Dra. Débora Soares. Além disso, o peeling de cristal é uma opção menos invasiva e agressiva que oferece resultados incríveis para sua pele!

Como é feito o peeling de cristal?

A dermatologista explica que o peeling de cristal atua através da emissão dos cristais, que passam através de uma caneta em um sistema fechado. Dessa forma, esse sistema impulsiona os cristais em uma pressão que é pré-definida pelo profissional e também promove, ao mesmo tempo a sucção da pele. Assim, as camadas superficiais e os resíduos são sugados para dentro do sistema enquanto é realizada a micro esfoliação com os cristais.

Peeling de cristal x peeling de diamante
De acordo com a Dra. Débora, a principal diferença entre o peeling de cristal e o peeling de diamante está na intensidade da esfoliação. Nesse caso, o peeling de diamante é mais leve e suave, causando efeitos em camadas ainda mais superficiais do que no tratamento de cristal.

Sendo assim, a Dra. esclarece que o peeling de diamante é indicado para peles mais jovens e sensíveis, ou caso o paciente queira uma esfoliação mais suave. Além da profundidade do tratamento, o material utilizado também é diferente, assim como os resultados e benefícios.

Cuidados após o peeling de cristal

Além da escolha de um bom profissional dermatologista para o tratamento, os cuidados após o peeling de cristal também são super importantes. Confira a seguir as recomendações da dermatologista:

Leia também: 7 peelings caseiros para uma pele mais bonita e saudável

Após o procedimento, é importante evitar a exposição ao sol, tendo em vista que a pele estará bem mais sensível. Por isso, o ideal é reforçar os cuidados nos primeiros 15 dias, usando filtro solar adequado contra UVA e UVB de amplo espectro, e preferencialmente com cor.
Uma boa dica da Dra. é fazer uso de uma água termal geladinha, que vai ajudar a acalmar e relaxar a pele após o procedimento.
Evitar outros tratamentos a base de ácidos ou demais métodos abrasivos até que a pele esteja totalmente regenerada e recuperada.
Um acompanhamento profissional de qualidade desde a avaliação até o pós-tratamento fará toda a diferença nos resultados do peeling de cristal. Por isso, avalie bem o trabalho do dermatologista e consulte referências antes de submeter sua pele a qualquer procedimento!

Dicas de Mulher

Comentários

comentários