Beleza

Visagismo: uma aliança entre a sua beleza e personalidade

O visagismo está relacionado à expressão da sua imagem pessoal e personalidade. Muitas vezes, ele aparece apenas como uma lista de regras de harmonia estética, mas é muito mais abrangente! Por isso, convidamos a visagista Luísa Fregonezi, da Cabelo’s Hair Peluqueria, que vai explicar o conceito e ampliar a ideia que se tem dele. Acompanhe:
O que é visagismo
Visagismo é um conceito que abrange tudo que for visual, segundo Luísa. Sendo assim, ele pode ser empregado em várias áreas, da medicina até a arquitetura. No caso da imagem pessoal, “ele auxilia os profissionais de beleza a criar uma imagem única para a pessoa, dentro daquilo que ela deseja expressar”, conta Luísa.

Se uma imagem bonita é aquela que fala sobre você, é preciso que o profissional de visagismo conheça elementos da sua personalidade e o que você quer comunicar. Ademais, o que pode influenciar essa imagem é:

Corte de cabelo: existem linhas e formas no cabelo que têm a mesma comunicação para todos. Para a Luísa, é através do emprego delas que se passa a imagem que se deseja.
Cor de cabelo: isso também acontece com as cores de cabelo – você pode trabalhar a coloração com a sua visagista de acordo com o sentimento que deseja expressar.
Maquiagem: assim como nos cortes e colorações de cabelo, a make, com suas linhas, formas e cores, também é um meio artístico de expressão do seu ser.
Sobrancelha: existem pessoas que dizem, por exemplo, que para rostos quadrados, o único formato de sobrancelha possível é o arqueado. Não é assim que funciona, explica Luísa, pois a sua vontade e felicidade são mais importantes do que regras.
Óculos: também são elementos da sua imagem que podem comunicar por você. Mas lembre-se, novamente, que o visagismo não é uma caixinha de regras. Quem disse que existe um modelo de óculos ideal para cada tipo de rosto?
Em síntese, a real beleza existe quando há uma integração entre como você se sente e como você se vê. Para a Luísa Fregonezi, essa aliança quebra qualquer regra de harmonia estética a qual o visagismo é muitas vezes reduzido.

Existe um corte ideal para cada tipo de rosto?
Segundo a Luísa, a resposta é um sonoro não: “Quem disse que isso é verdade?”, ela comenta. É mais importante para o visagista saber da sua profissão, de como você se percebe e do seu dia-a-dia, por exemplo, do que sobre o seu tipo de rosto.

De acordo com a Luísa, é óbvio que se leva em conta os traços do rosto, mas não é esse o determinante para uma imagem bonita. Para ela, “uma imagem bonita é aquela que fala sobre você, que te deixa feliz. Então eu nunca vou estipular o que vai ser feito, tudo é conversado em conjunto com a cliente”.

Comentários

comentários