Comportamento

5 diferenças entre relacionamentos motivados por ego e aqueles guiados pelo coração

Relacionamentos amorosos podem ser motivados por ego ou pelo coração. Você sabe qual é o tipo de relação que mantém com seu parceiro?

Relacionamento motivado por ego

De acordo com a psicóloga holística Nicole LePera, exemplos de relacionamentos baseados no ego estão muito presentes em nossa cultura, vistos em filmes, na literatura e até em músicas.

Motortion/istock© Motortion/istock Motortion/istock

Trata-se da ideia de ter alguém que “nos complete”, ou seja, baseado no velho conceito de “metade da laranja”. Em relações motivadas pelo ego, o parceiro ou parceira personifica aquela pessoa única que te faz feliz.

Quanto menos nossas necessidades emocionais foram atendidas pelas figuras dos pais na infância, mais desesperadamente buscamos tal aceitação e afeto nos relacionamentos adultos, explica a especialista.

jacoblund/istock© jacoblund/istock jacoblund/istock

No relacionamento baseado no ego, é comum a ilusão de uma fantasia de que uma pessoa pode (e deve) atender às nossas necessidades. Essa pressão leva a expectativas irrealistas e, onde há expectativas irrealistas, há sofrimento e ressentimento.

Relacionamento motivado pelo coração

As relações amorosas centradas no coração são, de certa forma, mais “genuínas” e livres de fantasias ou idealizações.

Kitja Kitja/Shutterstock© Kitja Kitja/Shutterstock Kitja Kitja/Shutterstock

Trata-se de um relacionamento em que duas pessoas estão abertas para realmente se conhecerem a fundo. De acordo com a psicóloga, a relação motivada pelo coração dá mais espaço para evolução espiritual e autoconhecimento.

Relação de ego x relação de coração

Em seu perfil no Instagram, Nicole LePera expõe um quadro simples que explica de forma prática como é possível diferenciar um relacionamento motivado pelo ego de uma relação motivada pelo coração. Confira:

farfalla81/shutterstock© farfalla81/shutterstock farfalla81/shutterstock

1. Na relação de ego, a pessoa entende que o par deve amá-la da forma exata que ela necessita. Na relação de coração, a pessoa aprende a honrar as maneiras únicas que o par tem de demonstrar esse amor.

Georgijevic/istock© Georgijevic/istock Georgijevic/istock

2. Quando se sente magoada, a pessoa em um relacionamento baseado no ego pune e julga o parceiro ou parceira. Em um relacionamento de coração, a pessoa busca compreender os próprios sentimentos e comportamentos.

nd3000/shutterstock© nd3000/shutterstock nd3000/shutterstock

3. No relacionamento baseado em ego, a pessoa quer ser completada. Já na relação baseada no coração, ela quer ser vista e ouvida.

Vakidzasi/iStock© Vakidzasi/iStock Vakidzasi/iStock

4. É comum, em uma relação de ego, que a pessoa se preocupe como seu relacionamento é visto pelos outros. Na união baseada no coração, a preocupação é com o aprendizado que um amante pode oferecer e receber do outro.

fcscafeine / iStock© fcscafeine / iStock fcscafeine / iStock

5. Em um relacionamento baseado no ego, existe a crença de que uma pessoa pode “salvar” e “consertar” a outra. No relacionamento motivado pelo coração, os parceiros buscam compreender as dores e os traumas da pessoa amada.

MSN

Comentários

comentários