Paraná

Intercâmbios no Paraná cresce graças ao interior do estado

Municípios fora dos grandes centros apresentam PIB mais favoráveis, melhores distribuição de renda e concomitantemente melhor educação
O número de estudantes brasileiros embarcando para intercâmbio cresceu 20,46%, segundo dados da pesquisa da Belta (Associação Brasileira de Agências de Intercâmbio). A cifra saltou de 302 Mil estudantes para 365 Mil em 2018, mesmo em um ano de recuperação econômica e mudanças no cenário político. Nesse contexto, o Paraná aparece como o terceiro estado que mais comercializa produtos e serviços de intercâmbio no Brasil. O estado é responsável por 10% dos embarques e tem mais de 50 agências especializadas em educação internacional.
Intercâmbios longos – Interior do estado responde pela maioria dos embarques
“Só em 2018, 17. 155 Mil estudantes saíram do estado do Paraná para estudarem no exterior. O mais relevante neste número é que o estado, diferente dos demais estados que têm uma concentração maior de pessoas residindo, e com isso um mercado de trabalho que exige desses intercambistas optarem por cursos rápidos de idiomas, o Paraná comercializa cursos de longa duração que exige um poder aquisitivo maior e orientações a longo prazo. Ou seja, uma especialização maior de quem vende o intercâmbio”, evidencia Alexandre Argenta, Coordenador da Belta no Paraná e Santa Catarina.
Vindo ao encontro da afirmação de Argenta, os municípios do interior do estado apresentam PIBs melhores e menor taxa de desemprego. Isso é reflexo do aquecimento dos setores de serviços, comércio e indústria de transformação das cidades do interior. Esse crescimento, de acordo com um estudo da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e investimentos (Apex- Brasil), vem ocorrendo devido a posição geográfica privilegiada, fácil conexão com o mercado consumidor do Mercosul e boa estrutura de aeroportos. Quanto a taxa de desemprego, o Paraná terminou o primeiro trimestre de 2019 com taxa de desemprego menor no interior do estado do que em Curitiba e Região Metropolitana, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A Taxa de desocupação no interior foi de 8,3% enquanto em Curitiba e Região Metropolitana foi de 10,1%. Ambas ficaram abaixo da média brasileira – 12,7%.
O reflexo desse bom cenário econômico do interior é refletido nas vendas de intercâmbio. Isso porque os jovens têm acesso a educação com melhor qualidade e conseguem planejar e optar por um modelo de intercâmbio que exija um período maior como a graduação e a pós graduação. Segundo a Belta(Associacão de Agências de Intercâmbio do Brasil), a graduação ocupou o segundo lugar na escolha dos sulistas. Respondendo por 12,6% na emissão de intercâmbios. ” O interior do Paraná responde por grande parte desses embarques internacionais para a realização de graduações. Isso porque as equipes das agências têm acesso a treinamentos constantes e muitos já fizeram essa modalidade de intercâmbio tendo mais autoridade no momento de aconselhamento aos jovens. A mentalidade do consultor educacional auxilia na escolha desses intercambistas paranaenses. Que preferem um produto com melhor qualidade do que visando apenas o preço”, explica Alexandre Argenta, Coordenador da Belta no Paraná e Santa Catarina.
A boa noticia desse aumento de estudantes sulistas fazendo graduação no exterior é que muitos deles retornam ao país e conseguem aplicar o que aprenderam nesse período nas empresas e instituições da região Sul. ” Esse dado é tão correto que é perceptível a melhora na mão de obra dos profissionais do Paraná- Temos uma taxa de desocupação menor do que a média do Brasil- além disso, muitos dos sulistas não param de estudar na graduação. Os números mostram isso: Pós graduação Stricto Sensu tem 1,8% de indivíduos embarcando para fazer o curso no exterior enquanto a pós graduação Lato Sensu responde por 1,2%, segundo a Belta”, finaliza Maura Leão, presidente da Belta.
Para fazer a sua graduação e/ou pós graduação no exterior fique atento(a) se a agência escolhida tem o Selo Belta. A Belta é a única associação das agências de intercâmbio do Brasil que checa a “saúde financeira”e credibilidade das agências de intercâmbio. Acesse a lista das agências que são Belta para ter segurança no seu intercâmbio: http://www.belta.org.br/agencias-selo-belta/.

Comentários

comentários