Policial

A cada 43 segundos, um crime é registrado no Paraná

A cada 43 segundos, um boletim de ocorrência (B.O.) é registrado no Paraná. É o que revela dados levantados pelo Bem Paraná com base no “Relatório Estatístico Criminal” divulgado nesta quinta-feira (8) pela Secretaria de Estado da Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR),com dados referentes ao primeiro semestre deste ano.

Entre janeiro e junho, revela o documento, o Estado registrou um total de 357.274 ocorrências criminais, o que aponta para uma queda de 1,97% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando haviam sido registrados 364.306 crimes.

O levantamento considera os crimes contra a pessoa (como homicídio e lesões corporais), os crimes contra o patrimônio (roubo, furto, estelionato e outros), os crimes contra a dignidade sexual (estupro, assédio sexual, etc), os crimes contra a administração pública (peculato, prevaricação, corrupção ativa e passiva) e os demais crimes consumados.

Dentre os diversos tipos penais com dados mais detalhados no relatório Sesp, aqueles que tiveram crescimento mais expressivo de ocorrências foram os crimes de ameaça e ocorrências envolvendo tráfico de drogas, com aumento de 4,27% e 5,82%, com um total de 57.793 e 6.294 ocorrências, respectivamente.

Por outro lado, os casos de furto e roubo consumados e de furto e roubo de veículos tiveram expressiva queda nos seis primeiros meses deste ano. Os casos de furto consumado, por exemplo, caíram 12,24%, passando de 87.766 registros no 1º semestre de 2018 para 77.502 no mesmo período de 2019. As ocorrências de roubo consumado, por sua vez, caíram 22,01%, passando de 31.076 para 25.470. Já os casos de furto e roubo de veículos caíram 12,98% e 37,79%, passando de 8.784 e 4.219 casos para 7.823 e 3.062, respectivamente.

Criminalidade cai mais em Curitiba que no Estado
Outro dado obtido por meio do relatório da Sesp é que a criminalidade na Capital caiu mais do que no restante do estado nos seis primeiros meses deste ano. Em Curitiba, foram registrados 69.614 crimes contra a pessoa, o patrimônio, a dignidade sexual e a administração pública no 1º semestre deste ano. No mesmo período do ano passado haviam sido 73.430 registros, o que aponta para uma diferença de 5,48%. No Paraná, a redução da criminalidade foi de 1,97%.

Dentre os diferentes tipos penais, os casos de furto e roubo consumado e roubos de veículos foram os que tiveram quedas mais expressivas (-19,4%,-26,08% e -48,78%, respectivamente). Por outro lado, os crimes de ameaça (+10,48%), de lesão corporal (+3,34%) e de furtos de veículos (+0,7%) tiveram aumento.

Bem Paraná

Comentários

comentários